16/06/2014

RESENHA #34: Dahria, da autora Cheile Silva.

Olá leitores,

Como foi o final de semana de vocês? O meu foi bem agitado, graças a Deus. Sexta foi o meu aniversário, fiz 22 aninhos *-* (ganhei um livro de presente), sábado fui num casamento e domingo passei o dia com meu namorado. O que vocês fizeram no final de semana, hein? Leram muito?

Bom, hoje estou aqui pra trazer mais uma resenha para vocês. O livro escolhido é: Dahria. Uma aventura super gostosa, tinha horas que eu queria poder entrar no livro e me juntar aos 3 irmãos na terra mágica. A leitura flui super bem, eu começava a ler e não dava vontade de largar o livro um segundo, rs.

Amei a arte da capa! Que capa mais linda, logo assim que o livro chegou, fiquei admirando-a, rs. Os marcadores que vieram também são super fofos. A história me cativou do início ao fim. A diagramação é boa, o livro é bem dividido. Enfim, vamos para a resenha?


Título: Dahria
Autora: Cheile Silva
Editora: Chiado
Número de Páginas: 198
Nota: 5/5

Sinopse: Uma história sobre acreditar em magia...

Catarina colocou a mão no portal e ela atravessou, viu sua mão do outro lado do manto como se fosse uma pintura. Sr. Thomas a olhou com um sorriso, e no mesmo instante os gêmeos desceram para o porão e pararam ao lado da irmã mais velha. Catarina ainda passara algum tempo sem dizer nada, apenas olhando, sem reação, nem palavras para dizer.

- Como? Não... é... possível... - indagava-se Catarina.
- Acredita? - perguntou o avô.


O livro conta a história dos irmãos Bigley, Catarina, Natália e Pedro. Os três moravam com o pai, Sr. Edward, e o avô, Sr. Thomas. Todas as noites, antes de dormir, os três ouviam histórias contadas pelo avô sobre uma terra mágica, chamada Dahria. As histórias eram sobre um menino que se aventurou por essas terras. Cada noite o avô contava um novo episódio dessa aventura. Os mais empolgados eram os gêmeos Pedro e Natália, já Catarina ouvia as histórias, porém, não acreditava muito, achava tudo uma grande bobagem. Desde que sua mãe veio a falecer, Catarina acabou se vendo amadurecer muito rápido e pegando para si, as responsabilidades que eram da mãe. Então, por ter de crescer tão rápido, acabou deixando de acreditar nas histórias de contos de fadas, e as histórias que o avô contava. Uma bela noite, os irmãos descobrem que o avô está escondido no porão da casa deles, e então, vão até lá para ver o que está havendo. Até que descobrem um portal, que descobrem ser o portal que os leva até Dahria, e assim também descobrem que o menino que aparecia nas aventuras contadas pelo avô todas as noites, era ele mesmo. Os 3 acabam indo para Dahria, Catarina vai contra a sua vontade, apenas porque os irmãos estão indo e ela não pode deixá-los sozinhos, mas está decidida a logo ir embora. Porém, não é fácil assim partir, é preciso esperar a Lua Cheia, e ainda faltavam 8 dias para ela. E nesses 8 dias, muita coisa ia acontecer. Havia uma profecia no meio. O que será que acontece? Será que Catarina ainda vai continuar decidida a ir embora de Dahria?

O livro é muito encantador, do começo ao fim, não tem como enjoar da leitura. E sim, lembra muito As Crônicas de Nárnia. Deu muita vontade de ir pra Dahria depois que terminei a leitura, queria muito que essa terra mágica existisse. Coisas de leitor, né? Hahaha. Enfim, como eu disse no começo do post, a capa é linda, os marcadores também. Encontrei 1 ou 2 erros de digitação, mas que não atrapalham a leitura, de maneira alguma. Recomendo demais!


E aí pessoal, gostaram da minha resenha? Não se esqueçam de deixar um comentário aqui, tá? Fico muito feliz em poder ler vocês. E fiquem à vontade para seguirem o blog também.

Um super beijo, e até a próxima.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Olá!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro. Achei bem interessante mas não acho que seja meu tipo de leitura.

    André Luiz
    Viajando Nos Livros

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha ouvido falar sobre esse livro! Com sua resenha me interessei mais ainda!

    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©