25/02/2014

RESENHA #17: Ariel no Mar das Maravilhas e o que ela encontrou por lá (Abel Luiz Rodrigues).

Olá leitores,

Essa é a semana das resenhas, rs. Me desculpem por isso, mas como disse no post anterior, odeio acumular resenhas, é sério. Portanto, além dessa que estou postando, ainda há mais uma e dai vou escrever mais uma sobre um livro que acabei de ler e poderei postar outras coisas à vontade pra vocês. Não me batam por isso, e nem sumam daqui, ok? Bom, o livro de hoje é esse do título do post, do autor e parceiro do blog Abel Luiz Rodrigues. E sim, o título é esse dai mesmo que vocês estão lendo, não era pra ser Alice no País das Maravilhas. A história é bem legal, bem molhada e boa pra se ler nesse calor que está fazendo justamente por se passar o tempo todo embaixo d'água. Tenha uma toalha ao seu lado, só por precaução(haha). Vamos lá?


Título: Ariel no Mar das Maravilhas e o que ela encontrou por lá
Autor: Abel Luiz Rodrigues
Editora: Clube de Autores
Número de Páginas: 154
Nota: 4/5

Sinopse: Dentre tantas coisas que esperava para aquele dia, Ariel não imaginava que passaria por aventuras tão nonsenses por causa de uma concha. Adaptada constantemente para estar no fundo do mar, Ariel tem de descobrir: como recuperar sua concha? Como voltar a ser uma garota? Como voltar para a praia? Será que nesse mar de loucos há alguém com o juízo certo que poderá ajudá-la?





Resenha: Imagine você numa praia, curtindo com seus amigos, dai você vai dar uma volta para catar conchas e descobre uma que é, no mínimo, curiosa e resolve que vai pegá-la para si. Até que momentos depois, você vê que um paguro está levando a sua preciosa concha embora, e então, resolve ir atrás dele para recuperá-la e acaba se metendo numa aventura no fundo do mar. Isso que acontece com Ariel. Percebemos que a história é inspirada em "Alice no País das Maravilhas", não só pelo título, mas por ver que na história, a Ariel bebe e come coisas e se transforma, mudando de forma, virando bichos cada vez mais estranhos e engraçados até, por fim, se tornar a sereia da capa. Prepare-se para rir um bocado(ou não) de algumas piadas que aparecem no livro. Ah, gostei do desenho que aparece na contra-capa do livro, que me lembrou o jogo Pacman. Gostei bastante da Golfinhorca, que é como o Gato Risonho em Alice, que vive sumindo e aparecendo do nada. A parte que eu menos gostei no livro, e por essa razão acabei tirando 1 ponto, foi a parte do labirinto, porque eu fiquei muitíssimo confusa. Mas a história é bem legal, de verdade.


Então, queridos leitores, por hoje é só. Espero que tenham gostado da resenha e não se esqueçam de comentar, tá? Fiquem à vontade para seguir o blog também. E voltem sempre.

Beijos, e até a próxima.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Bem legal sua resenha Paulinha. Eu dei 5 porque é o máximo lá do Blog, mas eu fiquei beeeeeeeeeeeeeem viciado no livro e daria 1.000. E você tirou 1 ponto pelo Labirinto?! Caraca, foi a parte que eu mais me diverti e achei legal..rsrsrs... Coisa de nerd é osso.. =P.. Lembrando que opinião e gosto são coisas únicas. Beijos Paulinha.

    ResponderExcluir
  2. Legal, você percebeu bem essas referências. O labirinto foi algo arriscado e várias vezes pensei em desistir de colocá-lo, mas já tinha quebrado muito a cabeça pra simplesmente ignorá-lo. ^.^' Fiz uma pequena postagem sobre a sua no meu:
    http://casarvore.blogspot.com.br/2014/03/resenha-de-ariel.html
    Até mais!

    ResponderExcluir


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©